Morreu Toughie, o Sapo que fazia chorar. Era o último da sua espécie

ca40734cbbf4478520647c9434fa7a95 783x450

Toughie, um sapo de árvore que era um símbolo da crise de extinção, morreu na sua casa, no Jardim Botânico de Atlanta, nos EUA – e com ele se foi toda a espécie Ecnomiohyla rabborum.

Por ser o último da sua espécie, Toughie era famoso. Tornou-se num verdadeiro “panfleto” para a conservação animal. O ano passado, a sua imagem foi até projectada sobre a Basílica de São Pedro, no Vaticano.

Muitas celebridades que tiveram o prazer de conhecer Toughie “ficaram comovidas até às lágrimas quando o viram”, refere na revista The National Geographic o fotógrafo Joel Sartore que teve o privilégio de fotografar este sapo especial no âmbito do projecto Photo Ark.

“Quando se tem o último de algo, é uma coisa especial”, refere Sartore que procura com as suas fotografias mostrar a incrível biodiversidade do nosso planeta para inspirar as pessoas a lutarem contra a crise de extinção, enquanto ainda há tempo.

Ler artigo completo >

 

Anúncios