Encerramento do “Tavira, Património e Artes”

17992244 10154640121223163 839844549071652359 n

A encerrar o programa “Tavira, Património e Artes” decorre, no dia 22 de abril, pelas 10h30, na Igreja da Misericórdia, a palestra “A Casa da Misericórdia de Tavira e a arquitetura promovida pelas Misericórdias no século XVI”, assim como, pelas 21h30, no mesmo local, o concerto Filomúsica Ensemble “Música coral portuguesa: polifonia e século XVIII”.
Orientada por Joana Balsa de Pinho, Historiadora da Arte pela Faculdade de Letras de Lisboa, este encontro centra-se nas Confrarias da Misericórdia, instituídas para cumprir as Obras de Misericórdia, como promotoras de diferentes manifestações patrimoniais, com características próprias que se relacionam, diretamente, com a sua natureza assistencial, com as suas devoções e com as dinâmicas quotidianas confraternais.
Neste contexto, destaca-se a Casa da Misericórdia, a arquitetura de iniciativa caritativa, construída de raiz com uma finalidade assistencial, mais relevante durante a Idade Moderna em Portugal. Em foco estarão as características arquitetónicas e artísticas da Casa da Misericórdia de Tavira no âmbito da arquitetura promovida pelas Misericórdias.
Esta comunicação, que se consubstanciará como uma reflexão geograficamente localizada, de âmbito regional, terá como suporte o conhecimento global e geograficamente disperso por Portugal continental, relativo ao fenómeno arquitetónico das Misericórdias portuguesas.
O programa deste dia termina com um concerto de música coral portuguesa e peças do Barroco português (coro e piano), o qual integra o seguinte alinhamento:
• Tristis est anima mea – D. Pedro de Cristo
• Regina Caeli – D. Pedro de Cristo
• Ay mi Dios – D. Pedro de Cristo
• Angelis suis mandavit de te – Frei Manuel Cardoso
• Regina Caeli Laetare – João Rodrigues Esteves
• Credo da “Missa em sol Maior” – Carlos Seixas (Patrem Omnipotentem; Et incarnatus est; Crucifixus; Et ressurrexit; Et vitam venturi)
• Septenário de Nossa Senhora das Dores – José Joaquim dos Santos:
• Invitatório (Dolores Gloriosa; Veni Sancte Spiritus; Recordare; Ave Maria; Gloria)
• Ladainha (Kyrie; Sancta Dei Genitrix; Refiggium Peccatorum; Regina Angelorum)
• Agnus Dei
• Te Deum – Marcos Portugal (Te Deum; Judex crederis esse venturis; Aeterna fac cum sanctis tuis; Fiat misericordia tua Domine; In te Domine speravi)
O “Tavira, Património e Artes” é um programa da Câmara Municipal de Tavira que contou com o apoio do 365 Algarve, Paróquias de Tavira, Irmandade de Nossa Senhora do Monte do Carmo e da Santa Casa da Misericórdia de Tavira.

Anúncios