O Peido Salvador

IDEIA PERIGOSA

Ah! Hipocrisia, vergonha e moral. Ah, Salvador, grande peido que não deste e devias ter dado. Ah Bocage, Ah Cesariny, Ah Henrique Leiria, Ah Abel Raposo e tua “Sinfonia de Flatos”.

O que não arde cura, Salvador. Bela ameaça. Morra o Dantas, pum!, ao sabor do metano, que o país é mesmo assim como pensas: amam-te porque vais morrer – o peido mestre. Adoram-te porque ao te peidares a massa imensa diz logo “coitadinho, está doente, já lhe chegou aos intestinos”. Mas ao anunciar o peido, ao não-peidar mas ameaçar, vão as vaporosas damas sucumbir e os senhores doutores, que gamam fortunas e exploram mais-valias, ficar assoberbados da moral beata dos salões das bolsas e das alas dos crismas.

Essa plateia que se estende agora moral não tem peida nem bufa. Bufos outrora e ainda, serpeiteiam o metano nas reuniões e fazem ranger as cadeiras no chão para disfarçar quando…

View original post mais 395 palavras

Anúncios